O PRIMEIRO TRICAMPEONATO DO MAIS QUERIDO DO BRASIL (1942/43/44)


     Quem falou foi um dos heróis do tricampeonato, Thomaz Soares da Silva, o Zizinho ou Mestre Ziza, já falecido: “Aquele título foi uma verdadeira epopeia de paixão e garra. O Vasco tinha melhor time, mas nós nos superamos por amor à camisa.”
     De fato. Na escaldante tarde de 29 de outubro de 1944, o pequeno Estádio da Gávea, lotado por mais de 20 000 pessoas, fervilhava. Sem Leônidas, que fora para o São Paulo, Domingos da Guia, que aceitara a melhor oferta do Corínthians e Perácio, que seguira com a Força Expedicionária Brasileira para a guerra na Itália, o FLAMENGO não era mais o time forte e seguro de si do início do Campeonato. Para piorar o drama rubro negro, o ponta direita Jaci se machucara dias antes  e o técnico Flávio Costa tivera que recorrer ao argentino Agustin Valido, que havia parado de jogar há 1 ano. Valido aceitou o desafio e prometeu entrar em forma durante a semana. Mas, infelizmente contraiu uma forte gripe – e, como ele, o veterano Pirilo, sofrendo com uma orquite (inflamação nos testículos), era dúvida.
     Enquanto isso, no Vasco, o treinador Ondino Vieira começava a montar o que se transformaria no famoso “Expresso da Vitória”: o trio Lelé, Isaías e Jair da Rosa Pinto, enchia a torcida de alegria. Ademir Menezes metia gols em todos os jogos e Djalma surgia como o primeiro curinga do futebol brasileiro.
     Os dois times chegaram à rodada final com oito pontos perdidos cada um. Muita gente torcia por uma melhor de três e, quando o jogo começou – Valido e Pirilo em campo, o Vasco mostrou suas garras em dois ataques perigosos de Ademir e Isaías. Mas o FLAMENGO  também estava mordendo e o maior homem em campo era o Zizinho, coordenando as jogadas, gritando e levando o time à frente. Barqueta, o goleiro vascaíno, tinha sua área rondada constantemente, mas tranquilizava a torcida com saídas oportunas do gol. Os vascaínos, cujo ataque era anulado pelas defesas firmes de Jurandir, pareciam conformados com a necessidade de mais um jogo. Os rubro negros não desistiam. Faltavam 4 minutos para o encerramento da partida, quando o ponta esquerda Vevé, ao tentar fazer um lançamento para Valido, foi derrubado por Djalma. Vevé mesmo cobrou a falta, a defesa rebateu e a bola voltou para ele, que desta vez serviu Valido.

     O argentino subiu em direção ao cruzamento, apoiando-se nas costas do zagueiro Argemiro, desferindo uma cabeçada fulminante … e … GOL !!! Um gol que entraria para a história ao garantir o nosso primeiro tricampeonato. Gol amaldiçoado pelos vascaínos, que viram falta do Valido sobre Argemiro. Gol que Zizinho nunca se esqueceu: “O choro vascaíno tornou ainda mais emocionante a conquista.”
Jogo: Flamengo 1 x 0 Vasco da Gama
Competição: Campeonato Carioca – FINAL
Data: 29/10/1944

Estádio: Gávea
Time: Jurandir, Newton, Quirino, Biguá, Bria, Jaime, Valido, Zizinho, Pirilo, Tião e Vevé.
Gol do Flamengo: Valido.
FLAMENGO – TRI CAMPEÃO CARIOCA: 42/43/44

     
    Está aí, queridos FLAETERNOS, mais uma linda história do nosso amado Clube. Gosto de relatá-las, pois reporto-me àqueles tempos áureos do nosso FLAMENGO,  viajo literalmente, na verdade. Deleito-me quando escrevo e sei que muitos de vocês têm a mesma sensação. Mesmo acompanhando o nosso Clube de Coração a partir de 1963, quando tinha 10 anos, naquela decisão com o Flor, com quase 200 mil pessoas, quando conquistamos o CC daquele ano – eu já era conhecedor dessas histórias mais antigas, contadas pelo meu velho pai – as quais tenho o imenso prazer de compartilhar com vocês. ps: CLUBES GRANDES CAEM !!! MUITOS JÁ CAÍRAM. O FLAMENGO NÃO CAI, POIS O FLAMENGO É GRANDIOSO !!!

Em tempo: hoje tem jogo. Vamos depenar a galinha mineira no terreiro deles.
Anúncios

Deixe o seu comentário! Obrigado, BLOG FLAETERNO!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s