FIM DA LINHA


Olá, queridos amigos Flaeternos!!!
Recordo-me que por ocasião da contratação do Adriano, há poucos meses, escrevi uma coluna favorável a chance que o Clube estava lhe dando, ainda que por questões eleitoreiras e políticas.  Vislumbrei que talvez Adriano tivesse algum amor à carreira e à própria vida, e, claramente sem mercado, talvez no Flamengo, clube de coração, agarrado a sua última chance, conseguisse encontrar algum rumo.
Hoje, em tom mais pessimista, infelizmente, volto a falar sobre Adriano, assunto muito em voga nos últimos dias, e especialmente hoje, quando, após idas e vindas mais ou menos contidas, finalmente Adriano, em suas noitadas e maluquices, parece ter chutado o “pau da Barraca” de vez e mandado um grande dane-se:  dane-se ao Clube, aos torcedores, à carreira, e principalmente, a ele próprio, anunciando que só voltará a atuar no ano que vem – não necessariamente no Flamengo – o que sabemos que dificilmente, acontecerá.
Diante desse dane-se, muito se discute sobre se Adriano desrespeitou e explorou o Flamengo nesta breve e infeliz passagem.  Não há dúvida de que o (ex-) jogador desrespeitou – e muito – o Clube e a Nação, principalmente esta, que o acolheu por amor e desinteresse, apenas pelo prazer de vê-lo vestindo a camisa do Clube.  Entretanto, correndo o risco de ser inocente, tenho minhas dúvidas sobre as opiniões de que Adriano tivesse a intenção de se aproveitar do Clube, embora o comportamento dele e o modo como deixou o rubro-negro, obviamente, cause revolta.  Penso que, para os padrões do Adriano, cinquenta mil mensais (uma fortuna para simples mortais como nós, mas merreca para muito jogadores) não representaria vantagem financeira razoável para ele.  Estar em um Clube como o Flamengo, depois de tudo o que ele aprontou, tão pouco serviria para melhorar sua imagem (com a qual ele não se preocupa nem um pouco), principalmente por se tratar de um Clube em que os atos dos jogadores são dez vezes mais dimensionados. Portanto, não acredito que Adriano tenha, deliberadamente, aproveitado-se do Clube. A rigor, se analisarmos friamente, a vinda de Adriano para o Flamengo trouxe mais desvantagens do que vantagens a ele, tendo em vista que passou a ser vigiado e observado com mais intensidade, envolvendo-se em diversas polêmicas, recebendo diversas críticas, o que aconteceria em menor proporção se estivesse sem Clube e sem o comprometimento em ter que ser, minimamente, um atleta.   Então, é claro que Adriano pisou na bola, mas porque ele é incapaz de fazer algo diferente disso.
O que sinto, sinceramente, é que estamos falando de um ser-humano completamente perdido e doente, que foi convencido a tentar a última tacada em termos de carreira no único e talvez último Clube disposto a acolhê-lo, e, atraído pelo tom permissivo e antiprofissional do Flamengo atual, acabou por aceitar.  Mas, Infelizmente, como em todos estes últimos anos, apesar de bem acolhido no Clube, pela torcida, com toda a estrutura à disposição, Adriano sucumbiu, novamente, e de forma mais do que veemente, às “benesses” das quais se encontra sempre muito bem servido e é incapaz de resistir.
Infelizmente, não falamos mais de um atleta que CURTE a noite, a mulherada, a farra, e outras coisas, como Ronaldinho Gaúcho, que após um esporro do Presidente do Atlético Mineiro, voltou aos trilhos.  Falamos de um atleta que não RESISTE mais a tudo que citei acima, e não há esporro, conversa, diálogo, e talvez tratamento no mundo, que o traga de volta à razão.
Foi assim no Flamengo.  Foi assim no Corinthians.  Foi assim por onde passou nos últimos anos.  
Mas, apesar do que ele aprontou, não consigo sentir raiva do Adriano.  Sinto, na verdade, pena. E apenas desejo que ele encontre um caminho em sua vida, e que seu final, não seja trágico como o de muitos por aí.  Na carreira e no Fla, ele deu tudo o que tinha para dar e encerrou, prematuramente, o seu ciclo.  Torço apenas para que ele não encerre, também prematuramente, o ciclo de sua vida.
Em tempo: Adriano, que antes do fechamento da Coluna, não garantiu ficar no Clube, agora, após o fechamento, decidiu que quer ficar.  Em suma: Adriano não sabe o que quer.  Da carreira e nem da sua vida.
LUXEMBURGO
Há poucos dias li que Luxemburgo pensa em retornar ao Fla como dirigente.  Diante disso, sou obrigado a dar o braço a torcer.  Eu que critiquei muito a passagem do Luxemburgo pelo Flamengo no ano passado, hoje vejo que estava completamente errado.  Luxemburgo estava em uma fase decadente.  Hoje, não está mais.  Depois de ter saído quase escorraçado do Santos (lembrando que ele queria trocar Neymar por Taison do Inter); depois de quase rebaixar o Galo em 2010 (que não foi rebaixado graças ao Dorival Jr. na época), e de quase rebaixar o Flamengo no mesmo ano, é óbvio que ele melhorou na carreira.  Em 2011, ganhou um estadual pelo Fla (se não me engano, título que até o Cuca, que não ganha nada, conquistou).  Chegou em quarto no Brasileirão em 2011, com Thiago Neves e RG (menos que o Andrade, que foi campeão em 2009, com um time que tinha um Pet velho, um Adriano bebum e um Zé Roberto gordo, mas, tudo bem).  Agora no Grêmio, faz um trabalho fantástico.  Tudo bem que nem chegou à final do Gauchão, campeonato estadual que tem apenas dois times.  Tudo bem que perdeu a final da Copa do Brasil por um time prestes a ser rebaixado no Brasileirão 2012.  Mas, sem dúvida, este fabuloso terceiro lugar no Brasileirão deste ano com o Grêmio (que tem no seu elenco apenas Elano, Zé Roberto, Marcelo Moreno, Kleber, Souza…) e o Carioca conquistado ano passado, o credenciam como o treinador de outrora.  E, diante disso, e como “simpatizo” muito, mas muito mesmo com o Grêmio, torço, fervorosamente, para o “bem” deste time Gaúcho, que faça um contrato vitalício com o Luxa, treinador sério e conciliador, e seus “proxetos” (quem sabe algum ele não consegue realizar??), demovendo o brilhante treinador da ideia de seu retorno à Gávea como dirigente.  Luxemburgo é a cara do Grêmio…
Anúncios

Deixe o seu comentário! Obrigado, BLOG FLAETERNO!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s