REFORÇAR NA RECEITA


Amigos do Flaeterno,

Estamos sob administração Azul, mas convivendo com os resquícios Negros da Vaca Amadora. E nesse Frenesi com Ganso Saltitando nos Pampas Bambinos e Pato passado na casca do alho, amenizando o fedor do Gambá e emergindo nas profundezas do Tietê, o Flamengo sob comando informal do Galinho Rei, segue moralizando a maquina Rubro-Negra. 
Vamos buscar nesse Carioca, o título e ao mesmo tempo, fazer a extrema-unção da fase miliciana. Para alegrar a Nação, a imensa torcida Paraense, homenageia esse inicio de ciclo de mudança com seu prato típico.

A barca zarpando, os Reforços chegam de mansinho,  na calada da noite. A torcida se manifesta, bom pra uns, não tanto pra outros.

Flaeterno em ebulição, o debate correndo solto, tudo dentro da mais fina e pura  democracia.




Vamos a Receita do dia:
                                                          Pato no tucupi.
É um prato brasileiro típico da culinária Amazônica. É elaborado com tucupi, líquido de cor amarela extraído da raiz da mandioca brava, e com jambu, erva típica da região norte.
Ingredientes:

01 pato; 03 litros de tucupi; 03 maços de jambú; 01 maço de alfavacas; 01 maço de chicórias; 04 cabeças de alho; 06 pimentas de cheiro; 1/8 litro(s) de vinho branco; Sal e limão.
Preparo:
Em uma bandeja prepare o “vinha·d’alho” com o suco dos limões, 02 cabeças de alho socadas, o vinagre de vinho branco, 02 pimenta de cheiro, sal e água; Tempere o pato no “vinha·d’alho” e deixe descansar de um dia para o outro na geladeira; Asse o pato em forno mediano por  90 minutos; Em uma panela coloque para ferver o tucupi com 03 pimentas de cheiro, 02 cabeças de alho, alfavaca, chicória e sal; Após esfriar, corte o pato em pedaços; Em uma panela coloque 02 litros do tucupi já temperado, adicionando o pato em pedaços, até ficarem bem macios; Para preparar o jambú, pegue ele separe as folhas com os talos mais tenros. Lave em água corrente; Em panela com água fervente e sal escaldar levemente o jambú, Escorrendo e reservando; No alguidar de barro, colocar os pedaços de pato e cobri-los com o jambu e o litro restante do tucupi que não foi usado para amaciar os patos. Preparo do molho de pimenta de cheiro: as pimentas que restarem devem ser amassadas com sal a gosto e 02 dente de alho socado, completa com um pouco de tucupi quente. Devem ser servidos ambos com arroz branco.

Vamos que vamos !!

Advertisements

Deixe o seu comentário! Obrigado, BLOG FLAETERNO!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s