UM TÉCNICO MAIS QUE VENCEDOR, CARLINHOS O “VIOLINO.”


  Bom dia, queridos FLAETERNOS, como “técnico” é o assunto da moda, resolvi homenagear o cidadão Luiz Carlos Nunes da Silva, um personagem importantíssimo na história do nosso querido FLAMENGO
          Nascido em 19 de novembro de 1937, no Rio de Janeiro, Carlinhos dedicou toda a sua carreira de jogador profissional ao Clube do seu (nosso) coração. Era um jogador de toque requintado, de uma categoria, com a bola nos pés que poucos tinham. Já no final da carreira, apresentava problemas respiratórios e não tinha a mesma capacidade do início e meio da carreira, sem perder a classe de grande jogador que era.
          Como jogador, defendeu o Flamengo de 1958 a 1969 e conquistou o Torneio Início do Campeonato Carioca (1959), o Torneio Rio-São Paulo (1961) e os Campeonatos Cariocas de 1963 e 1965.
          Como treinador do FLAMENGO, o “Violino” foi bicampeão brasileiro, conquistando os títulos de 1987, com Zico comandando o time e em 1992, sob a batuta do maestro Júnior. Venceu também três Campeonatos Cariocas (1991, 1999 e 2000), duas Taças Guanabara (1988 e 1999), duas Taças Rios (1991 e 2000) e a extinta Copa Mercosul de 1999.

          Logo no início da carreira, recebeu do jogador BIGUÁ, suas chuteiras, pois àquela época, estava encerrando sua carreira de jogador.
          Como jogador do MAIS QUERIDO, Carlinhos disputou 517 partidas e como técnico, 313, totalizando 830 jogos defendendo o MENGÃO, dentro e fora dos gramados, um recorde difícil de ser batido.
          Um dos grandes momentos de Carlinhos, como jogador, foi o Fla-Flu decisivo do campeonato de 1963,  quando liderou o time no empate de 0x0 que deu o título ao FLAMENGO. Naquele jogo, no dia 15 de dezembro, registrou-se o maior público entre dois clubes no futebol brasileiro: 177.020 torcedores, fora os não pagantes. Nessa partida 16.947 espectadores não pagaram ingresso, e lá estávamos eu e o meu querido e saudoso pai, que me ensinou a trilhar o caminho rubro negro, como já citei aqui por diversas vezes.
          O que sempre admirei no Carlinhos, era a sua simplicidade. Aliás, é a sua simplicidade. Ao encerrar a carreira de jogador, tornou-se funcionário do Clube, e sempre que necessário, atendia aos dirigentes quando solicitado para assumir o comando do time principal (efeito tampão), sendo o “apagador de incêndios” por 7 vezes;  e  conhecedor que era, dos chamados “pratas da casa”, sempre optou por dar-lhes oportunidades e essa, no meu entendimento, sempre foi uma das maiores virtudes dele, tornando-o o técnico mais VENCEDOR do FLAMENGO.

          Outra qualidade do Carlinhos: Não queria aparecer, NUNCA !!! Após as conquistas sob o seu comando, era o primeiro a descer as escadas com destino ao vestiário. Ele dizia que a festa era dos jogadores. Alguém lembra-se desse detalhe ???
           O tema “técnico” vem exatamente na semana em que temos o Jorginho assumindo essa função no nosso Clube. Que ele se espelhe no Carlinhos, e que consiga dar ao nosso time uma padrão de jogo digno de um TIME GRANDE, aliás, ENORME, que é o nosso amado FLAMENGO. O meu desejo é que o Jorginho  aja com simplicidade, que não invente, que coloque um “time pra frente”, pois jogadores hábeis para isso, temos.
           No mais, resta-nos TORCER … TORCER … E TORCER !!! para o sucesso do Jorginho à frente do nosso MENGÃO, que tenha uma carreira vitoriosa, escrevendo seu nome na história do MAIS QUERIDO, ao lado do Carlinhos, com uma carreira brilhante, de técnicos do FLAMENGO.
         

          Abraços a todos e SRN.
Advertisements

Deixe o seu comentário! Obrigado, BLOG FLAETERNO!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s