AOS POUCOS VAMOS ENTRANDO NOS EIXOS

Amigos RNs,
 A classificação ualquer resão fosse a vitória e diante do Clube do Remo era algo iminente, qualquer outro resultado iria trazer consequências drásticas ao clube e poderia até sobrar para Jorginho, mesmo ele com pouco tempo de trabalho. Eliminar o Remo era uma obrigação.  Seguimos tranquilos na Copa do Brasil.
Alguns pontos sobre o time:
Hernane está com uma média fantástica de gols, mas não é constante e por mais que tenha feito os três gols diante dos paraenses, e dois contra o Macaé, está longe de ser a solução para a Copa do Brasil e o campeonato brasileiro.

Jorginho não pode se enganar e o torcedor não deve se iludir. Seria um bom reserva e nada a mais.
Vejo que o time do Flamengo ainda não é confiável, precisa de reforços em vários setores e o técnico ainda luta contra a formação ideal. Apesar de achar que conseguiu crescer na parte tática.
É bem verdade que finalmente, diante de tantas incoerências, repetiu o mesmo time pela primeira vez desde que assumiu o comando da equipe, o que na prática significa muito pouco.
A vitória contra o Macaé foi categórica, mesmo utilizando o time de suplentes.   Ganhamos, mas ficamos fora. O Flamengo bem que tentou lutar na justiça para anular o resultado do jogo contra o Duque de Caxias alegando interferência externa na arbitragem da partida.

Honestamente, a diretoria tinha todo o direito de brigar judicialmente se realmente achou que o clube foi prejudicado. E foi, não tenho dúvida. Mas ganhar na justiça mais dois pontos de alguma maneira não apagaria as frustrações da derrota para o Resende e empate com o Boavista, resultados que ajudaram a eliminar o time do campeonato.
Sinceramente, somos grandes demais.  A história marcante e vencedora do clube, repleta de conquistas, não merece ter nas suas páginas uma possível classificação para as finais do estadual conquistada no tapetão contra o Duque de Caxias. Deixemos tais apelações para o Fluminense, time acostumado a esconder suas sujeiras no tapete (ão).  Volto a frisar, não se discute os direitos do clube, mas a realidade é que Flamengo ficou devendo no campo e na bola e depender da justiça para tentar jogar as semifinais não condiz com a grandeza do clube.
Quanto ao monte de asneiras ditas pelo dirigente tricolor, não podemos levar a sério, pois quem tem telhado de vidro não pode atirar pedras no telado dos outros.
Nos bastidores, a diretoria segue firme no soerguimento do clube. Patrocinadores chegando com tudo e o programa sócio-torcedor começa a ganhar corpo. Bons presságios.  Tudo indica que em pouco tempo estaremos livres do aperto financeiro.

Agora é manter o foco na Copa do Brasil, enxugar o elenco e fazer contratações pontuais.
Estou confiante!
Abraços RNs!
Anúncios

Deixe o seu comentário! Obrigado, BLOG FLAETERNO!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s